TEMA

Logística e o envolvimento da mulher na área.

Lugar de mulher é onde ela quiser estar. Esta frase é um grito de guerra, palavra de ordem quando da luta por um lugar ao sol. Alguns segmentos da sociedade ainda resistem, e também no ramo da logística há restrições de espaço para as mulheres. Se no campo internalizado do processo elas já alcançam um bom patamar de penetração, no campo exteriorizado não é bem assim.

Vemos muitas mulheres trabalhando nas funções menos visíveis para os olhos da sociedade, o que causa a impressão de não existirem mulheres trabalhando no ramo logístico. Raras são as mulheres que operam máquinas e veículos de transporte. Quase não vemos entregadoras e distribuidoras. O manuseio físico dos produtos cabe quase que exclusivamente aos homens. Uns dizem que é por conta da limitação física da mulher diante de volumes pesados, mas as novas máquinas estão extremamente sensíveis ao toque e manuseando cada vez mais quantidades e pesos.

Lembro, no inicio dos anos 1980, quando vi pela primeira vez uma mulher pilotando um ônibus de transporte urbano. Ela tinha em mãos um Mercedes último modelo, numa linha perigosa e fazendo horário noturno. Para mim aquilo foi o máximo, adorava pegar o ônibus com aquela motorista, e em minha juventude, não entendia muito bem porque a maioria dos adultos da época achavam justamente o contrário.

Tudo que foge aos costumes aprendidos na infância causam estranhamento e uma natural repulsa. O aprendizado social é demorado e a aceitação do novo parece até ser impossível quando focamos num momento específico da história. Necessariamente teremos a figura das desbravadoras, mulheres valentes que ousam enfrentar a corrente contrária com o objetivo de demarcar seu próprio espaço. Graças a elas outras virão, e será menos difícil a abertura de novos espaços, porque aos olhos dos mais jovens, não há problema algum em ver uma mulher no volante de um ônibus. Afinal, lugar de mulher é onde ela quiser estar.

Autor: Arnold Gonçalves


Menu de redações

Menu de redações

          

Próxima redação

Próxima redação