S

A
O B   E N C O M E N D

HOME PAGE

ESCRITORES
PROFESSOR VIRTUAL
TESTES EDUCATIVOS

JOGOS LITERÁRIOS

SOB ENCOMENDA
SALA DE LEITURA
BUSCA LITERÁRIA
SEBO DA CULTURA

 REDAÇÕES PRONTAS 

TEMA

Ética na profissão técnico de enfermagem.

Ética: Estudo dos juízos da apreciação referentes à conduta humana, do ponto de vista do bem e do mal. Conjunto de normas e princípios que norteiam a boa conduta do ser humano. Esta definição para ética está bem atrelada à forma como o ser humano entende o bem e o mal em cada exato momento de sua existência enquanto ser individual e ser aglutinado (sociedade), pois muitas vezes o pensamento social sobrepõe o pensamento individual. Quantas vezes aceitamos ideias impostas pela sociedade, com as quais não concordamos intimamente?
No caso da atividade de enfermagem este cenário ganha tonalidades ainda mais marcantes por tratar diretamente com a vida humana. Temas como aborto e eutanásia são extremamente explosivos, onde bem e mal mudam de definição conforme a facção social ou religiosa que a trata. As opiniões pessoais tornam ainda mais complexas as definições de ética para cada assunto. É só estudar os livros de história e verificar como se definia bem e mal a cem anos atrás e facilmente chegaremos a conclusão de que daqui cem anos seremos tidos como seres sociais totalmente antiquados e injustos.
Atualmente, o código de ética do trabalhador de enfermagem tem aproximadamente o seguinte discurso: Compromisso com a saúde e a qualidade de vida da pessoa, família e sociedade. Promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, com autonomia e em consonância com os preceitos éticos e legais. Participação nas ações que visam satisfazer as necessidades de saúde da população e da defesa dos princípios das políticas públicas de saúde. Respeito à vida, dignidade e direitos humanos. Promoção do ser humano na sua integralidade.
É uma definição que na verdade está totalmente atrelada a condição moral e ética da sociedade em que está inserido o profissional de enfermagem naquele momento histórico. Hoje, tanto um enfermeiro com o pensamento ético-legal de 1800, quanto um com o pensamento ético-legal de 2200; serão taxados como antiéticos e fatalmente acabarão condenados. Portanto, o enfermeiro, acima de sua moral pessoal, deve estar sempre atento a moral social e as leis de sua época para evitar problemas. Evite situações que irão ferir a sua moral pessoal, e evite tentar impor suas idéias conflitantes com o pensamento comum em vigor; a menos que queira se tornar mais um mártir ou um louco, em nossa evolução social.

Autor: Arnold Gonçalves


redação anterior

Redação anterior

          

Próxima redação

próxima redação