Nome do Escritor: Paulo Siuves

Volta pra mim

Tudo o que um dia foi voltará a ser;            
Tudo o que aqui se faz aqui mesmo se pagará!            
Um dia magoei alguém, mas não foi por querer,            
Mas, nesta história, hoje, quem sofre sou eu.            
Você foi a melhor coisa que me aconteceu.            
Seus beijos foram doces, mas com eles brinquei.            
Um dia fui errado, sei reconhecer, eu sei que fui leviano.            
Não culpo você por querer me fazer pagar            
Por cada minuto, por cada lágrima que você derramou.            
Por Deus! Não calculei ser tão execrável assim,            
Só pude perceber quando você partiu,            
que eu fazia de conta que não te amava,            
que todo sentimento que você teve por mim,            
chegou ao fim.            
Hoje eu te amo e choro por você.            
Se eu tiver a chance de recomeçar,            
vou fazer tudo certo, vou tentar não vacilar,            
Vem, olha nos meus olhos, diz que não quer mais!            
Bem, volta pra mim, vamos recomeçar!?

Data de Nascimento: 30/07/1971

Pra dizer que te amo

Compus uma canção pra dizer que te amo.            
Escrevi um poema pra dizer que te amo.            
Fiquei em silêncio pra dizer que te amo.            
Fiz muito barulho, não provei que te amo...

Local de Nascimento: Contagem MG

Todas as palavras de amor

Tens amigos? Curta-os hoje.             
Tens filhos? Abrace-os hoje.            
Tens pais? Diga-lhes amo-os hoje            
Tens emprego? Tens saúde? Tens onde dormir em paz e acordar descansado? Tens de tudo um pouco e ainda podes sonhar em ter mais? 

Agradeça à Deus hoje. Não espere o momento derradeiro para olhar para trás e dizer que poderia ter feito isso ou aquilo, daquele jeito ou desse, que poderia ter dito para os seus amigos e familiares, o que tinha de ser dito, todas as palavras de amor para seu cônjuge, todas as palavras de amor para seus filhos e seus pais. Todas as palavras de amor que um irmão pode dizer ao outro, e que uma irmã gostaria de escutar da sua própria irmã. Diga para você mesmo todas as palavras de incentivo e de amor próprio em frente ao espelho e não permitas que as intrigas do dia-a-dia te impeçam de ser mais você hoje e menos ontem. 

Diga todas as palavras de amor hoje para quem realmente é importante pra você e reavalie as que você acha que não são importantes, pois no fim, o importante são aquelas pessoas que estão do nosso lado em cada momento de dificuldade e de alegria, de desespero e de comemoração.             
Diga hoje todas as palavras de amor...

Formação Acadêmica: Bacharel em Letras - UFMG

Outsônia

Insônia, outsônia, Insônia, outsônia,            
Insônia, outsônia, Insônia, outsônia,            
Insônia, outsônia, Insônia, outsônia,            
Insônia, outsônia, aaaahhhhhh....            
Beijo suado. Deita do lado.            
Suspiro calado, corpo molhado.            
Dormiu? Dormiu. Apagado.

Local onde vive: Belo Horizonte MG

Madrugada Perdida

Na madrugada de ontem eu acordei            
Depois de ter um sonho ruim.            
Fiquei acordado um tempo            
E escrevi um soneto.            
Coloquei naqueles versos            
Toda a minha paixão,            
Coloquei meu amor em cada linha,            
Perfumei com teu cheiro            
E temperei com o sabor dos teus beijos.            
Senti que as palavras úmidas            
Tocaram meu coração            
Como seu suor toca a minha pele            
E do mesmo jeito que deixo meu cheiro em você            
Enquanto nos beijamos,            
Deixei naqueles versos            
Para te reconhecer,            
Para te dizer o quanto te amo            
E o quanto quero acordar do seu lado.            
Mas, meu poema se perdeu,            
Num clique de uma tela            
Meu soneto feneceu.            
Só restou o desejo de ter você            
Que não despertou            
           
Para me fazer dormir novamente...

É funcionário Público e atua como flautista na Banda de Música da Guarda Municipal de BH. Em Maio de 2011 publicou seu primeiro livro "O Oráculo de Greg Hobsbawn" pela editora CBJE. Foi contemplado com o Prêmio Luso-Brasileiro, conferido pela LITERARTE, figurando entre os Melhores Poetas em 2013 e em 2016. Faz parte de importantes academias como a ALB/Suíça e a LITERARTE, é o atual presidente da Academia Mineira de Belas Artes - AMBA e patrono da cadeira nº 2 dessa confraria.

Adoro o tango

Aaah, o tango... Hum, a valsa... Nossa, cada dança por si só já é um começo de amor, o meio de um "se dar" o fim de um novo espetáculo, cada qual a seu tempo com seu ritmo, com sua pulsação. Pulsação. Pulsação...            
O sangue fervendo nas veias, a luxuria gritando na cabeça...            
Meu Deus, o que é isso. Adoro o tango, Ver alguém dançando, dançar enquanto o calor aumenta e o descompasso da alma se cura com a cadência da música.            
           
Sentir a valsa dos apaixonados, o tango dos enamorados, o forró de cada dia. Pena que eu não sei dançar...

EMAIL: paulosiuves@yahoo.com.br

Salmo de Lamentação

Oh meu Deus ouve a minha súplica            
Livra-me, te peço, ouça a minha oração.             
Pesado estou e triste em meu coração            
Cheio de dor e vinho eu fiz a minha música

Neste mundo Ninguém pode me ajudar            
Livra-me depressa, pois estou aflito            
Em Nome do Teu filho Jesus Cristo            
Estende a Tua mão para o meu fardo aliviar.

 

Meu coração amanheceu angustiado            
Como aquele que desce à cova a sua amada            
Como aquele que olha o inimigo e não faz nada             
Só tu podes aliviar meu espírito desolado

Livra-me, ó Senhor. Fujo para ti, para me esconder.            
Minha alma está aflita e jogada à escuridão            
Ninguém nesse mundo pode dar-me a solução            
Todos dizem que a viver assim é melhor morrer

Não darei ouvidos á voz dessa multidão.            
Porei meu coração a descansar em ti             
Essa noite eu cantarei a tristeza aqui            
De dia, Te louvarei com uma nova canção.

O Senhor mandará a sua misericórdia             
E das minhas angústias vai me libertar            
Em oração, de alegria eu vou cantar             
Minha alma estará, ó Deus, em sua custódia.

Livros publicados:
O Oráculo de Greg Hobsbawn, CBJE - 2009

Ser avô!

Como é ser avô? É ter cabelos brancos e voz grave? É ser visto como o senhor respeitoso e cheio de peripécias quando diante dos netos? É querer ter a juvenilidade do filho e a sabedoria do pai nas horas certas? É será que é fazer tudo certo na hora errada?

É! Vamos lá para mais essa estrada desconhecida. Vamos aprender mais da vida, porque a vida é cheia de novas experiências. Vamos voltar à experiência de ser pai, pois, há quem diga que ser avô é ser pai duas vezes. E não deixa de ser uma verdade. porém, dessa vez essa pessoinha não saiu de mim. Não diretamente, mas, veio perpetuar minha linhagem e herança, a herança genética.

Aliás, uma palavra da modernidade! Coisas do futuro que já chegou. Chegou junto com o neto. Essa pessoinha pequeninha que eu já amo. Bem vindo à luz, meu neto. Coerdeiro com meu filho das bênçãos e dos talentos. Seja bem vindo à família. Nós te amamos!

Site/Blog:
paulosiuves.blogspot.com

Soneto de Insônia

Chega a noite e eu deito na cama            
Cansado da dura labuta            
E logo o Morfêu me recruta.            
Mas, a insônia também me chama

De madrugada vivo uma trama            
Não consigo dormir sozinho            
Tenho que levantar cedinho.            
Para aumentar mais o meu drama

Levanto da cama bem cedo            
Tão cansado quanto eu deitei            
Torturado, ansioso e com medo

Parece que só cochilei...            
O bom da madrugada aceso            
É que mais um poema criei

Mande AGORA comentários para o autor

Espelho

Ainda não inventaram um jeito de me fazer lembrar das coisas que eu acho importante para mim mesmo. Se alguém pudesse fazer com que eu trouxesse vivo na memória o quanto eu preciso de mim, talvez minha história fosse diferente do que está escrito até aqui. Um ponto, uma virgula, poderiam ter sido o sinal de retorno para diversos momentos onde eu poderia ter deixado de dar com os burros n’agua, então eu seria competentemente mais feliz. Não essa sombra de mim imperfeito.